Pular para o conteúdo principal

Louca ou Neurótico?

Processo de negação, você já ouviu falar?

A negação é um mecanismo de defesa do ego. Freud descrevia a negação como uma qualidade lógica do pensamento que só pode ter sentido no sistema pré-consciente-consciente.

Em fases extremas da vida, quando algo nos parece inacreditável a negação é uma ferramenta para cobrirmos feridas. A verdade é dolorosa porque abre a porta das "feridas" que estão encobertas pelas mais diversas formas de racionalização e justificação e, em último caso, mentiras.

Choques intensos como o  receber a notícia de uma fatalidade, morte de um ente querido, doença crônica, traição no relacionamento romântico, acidentes trazem a tona este mecanismo.


Queremos evitar o sofrer! Só que evitar problemas, sofrimento emocional pode ser a causa de diversos transtornos, doenças mentais! No decorrer da vida podemos nos afogar nesse enredo de mentiras e desenvolver vários reflexos físicos.


“A neurose é sempre um substituo do sofrimento legítimo.”
(Carl Jung)







E o que você prefere sofrer ou se unificar a vários comportamentos neuróticos como controle exacerbado, depressão, transtorno compulsivo obsessivo pelo que quer que seja?

Não sou muito adepta as neuroses... Eu prefiro lidar com os fatos... Meu marido não! Descendente gerânico tem aquele
dom de colocar "panos quentes" o que mente constantemente uma certa calma e harmônia! Por consequência ele já desenvolveu várias neuroses como essa necessidade de controle de tudo e fisicamente uma hipertensão desencadeada em momentos de tensão. A total "falsa paz"!

Bem estamos a encarar algo absurdamente traumático a alguns meses e a ele compôs essa serenidade repleta de negação. sabe quando você encara o quase morrer como uma ida ao shopping? A quase paraplegia a um arranhão no braço!?

Louca eu, que estou com reflexos exacerbados no trânsito, dificuldades absurdas de sono e uma certa instabilidade emocional diante das minhas relações afetivas. Perguntando a mim o que vale manter nessa vida! O que é essa vida, louca vida? Louca eu que derramo lágrimas por dores, amores e desamores, laços e deslaços... Louca eu que sinto!

E o que é melhor ser? 
Louca ou Neurótico?






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"E se não houver outra vida? Essa tu viveu?"

Esses dias li uma frase, daquelas que aparecem nos feeds de notícia, talvez para nos encontrar em dias distantes. 
Dizia ela:
" E se não houver outra vida?  Essa tu viveu?"
Eu vivi sim... 
Vivi cada segundo com uma intensidade tamanha, vivi cada momento como se fosse único, vivi como se não houvesse amanhã e como se houvesse também! Vivi com uma força extraordinária que por onde passei deixei um pequeno rastro, uma doce lembrança... Vivi para não ser esquecida, para ser guardada e emoldurada dentro de corações! 
Por que!?
Talvez pela doçura do meu modo de ser... Talvez por palavras sábias... Talvez pela coragem que transborda da minha alma... Talvez pela minha sede de viver... Talvez pela minha persistência... Talvez pelo carinho e afeto que transmito a quem eu gosto... Talvez pelas verdades que escorregam da minha boca, sou aquela que diz o que ninguém tem coragem de dizer... Talvez pela minha lealdade... Talvez pela minha sinceridade... Talvez pelo meu bom humor diante de problem…

Felicidade não se expõe

Quem me segue por aqui e me lê por aqui, não acessa um outro lado meu! Acredito que tenham percebido que preso por não divulgar nomes, nem locais, nem pessoas... Na verdade, falo de pensamentos, de acontecimentos, de mim, de alguéns... Qualquer "alguém"! Não interessa "quem"? Alguém que existiu ou existe...
Mas em algumas outras redes sociais exponho um pouco mais da minha vida... Atualmente para pouquíssimas pessoas! Aliás, muito mais da minha vida! E a minha vida é extremamente "cheia" de tudo... 
Pequenos momentos, instantes felizes, em meio, as vezes, a dias  muito atribulados! Mas tão bom ver um raio de sol entre as nuvens, uma joaninha perdida entre folhas! E acabo por administrar assim os meus dias, encontro felicidade em segundos!
E toda a experiência boa acaba por tomar conta do resto! Pense numa lembrança de saudade, a gente não lembra do difícil, da perda, da exaustão para alcançar algo, a gente lembra do que nos fez sorrir! E eu sorrio muito... 
Ma…

Buracos Negros

Hawhing fala sobre os buracos negros, já lhes falei que adoro ele? Agnósico como eu! Pois bem... 

“A existência de histórias alternativas com buracos negros sugere que isso é uma possibilidade. O buraco teria que ser grande e, se estivesse em rotação, poderia ser uma porta para um Universo diferente. Mas você não conseguiria mais voltar para o nosso”
Quase morrer é um buraco negro, não que você tenha escolhido se jogar por vontade própria nele... Simplesmente aconteceu e esse evento muda toda a forma como você vê o mundo, como você se relaciona com o mundo...
Ao se jogar em um buraco negro, você sai soberbo, vitorioso... Você o venceu, mas também sai insignificante, pois dá-se conta que você era uma pião de xadrez no universo de alguém! Quem te garante que você é a rainha ou o rei!???
Quando você renasce,  a bondade exala da sua alma e você crê que tudo mudou, que você será capaz de mostrar ao universo que viver é uma dádiva e isso basta... Que nada ao fim faz sentido, a não ser o amor qu…