segunda-feira, 10 de julho de 2017

Louca ou Neurótico?

Processo de negação, você já ouviu falar?

A negação é um mecanismo de defesa do ego. Freud descrevia a negação como uma qualidade lógica do pensamento que só pode ter sentido no sistema pré-consciente-consciente.

Em fases extremas da vida, quando algo nos parece inacreditável a negação é uma ferramenta para cobrirmos feridas. A verdade é dolorosa porque abre a porta das "feridas" que estão encobertas pelas mais diversas formas de racionalização e justificação e, em último caso, mentiras.

Choques intensos como o  receber a notícia de uma fatalidade, morte de um ente querido, doença crônica, traição no relacionamento romântico, acidentes trazem a tona este mecanismo.


Queremos evitar o sofrer! Só que evitar problemas, sofrimento emocional pode ser a causa de diversos transtornos, doenças mentais! No decorrer da vida podemos nos afogar nesse enredo de mentiras e desenvolver vários reflexos físicos.


“A neurose é sempre um substituo do sofrimento legítimo.”
(Carl Jung)







E o que você prefere sofrer ou se unificar a vários comportamentos neuróticos como controle exacerbado, depressão, transtorno compulsivo obsessivo pelo que quer que seja?

Não sou muito adepta as neuroses... Eu prefiro lidar com os fatos... Meu marido não! Descendente gerânico tem aquele
dom de colocar "panos quentes" o que mente constantemente uma certa calma e harmônia! Por consequência ele já desenvolveu várias neuroses como essa necessidade de controle de tudo e fisicamente uma hipertensão desencadeada em momentos de tensão. A total "falsa paz"!

Bem estamos a encarar algo absurdamente traumático a alguns meses e a ele compôs essa serenidade repleta de negação. sabe quando você encara o quase morrer como uma ida ao shopping? A quase paraplegia a um arranhão no braço!?

Louca eu, que estou com reflexos exacerbados no trânsito, dificuldades absurdas de sono e uma certa instabilidade emocional diante das minhas relações afetivas. Perguntando a mim o que vale manter nessa vida! O que é essa vida, louca vida? Louca eu que derramo lágrimas por dores, amores e desamores, laços e deslaços... Louca eu que sinto!

E o que é melhor ser? 
Louca ou Neurótico?






Nenhum comentário:

Postar um comentário